COESÃO REFERENCIAL

January 15, 2018 | Author: Anonymous | Category: N/A
Share Embed


Short Description

Download COESÃO REFERENCIAL...

Description

REVISÃO FINAL DE GRAMÁTICA   

1º ANO –E. M. PROFESSORA MIRIAM RENATA FIGUR 2007 

PREPARAÇÃO PARA EXAME FINAL

COESÃO

COESÃO REFERENCIAL De uma maneira bastante simplificada, podemos dizer que COESÃO é a relação que se estabelece entre as palavras em um texto. Quando um termo refere-se a outro, há uma referência, ou seja, COESÃO REFERANCIAL.

A coesão referencial pode ocorrer por:    

uso de pronome; elipse; repetição do mesmo item lexical; expressões nominais.

PRONOMES DEMONSTRATIVOS 1ª PESSOA

2ª PESSOA

3ª PESSOA

MASCULINO

este

esse

aquele

FEMININO

esta

essa

aquela

NEUTRO

isto

isso

aquilo

PRONOME DEMONSTRATIVO

PESSOA GRAMATICAL

FUNÇÃO NO DIÁLOGO

este, esta, isto

1ª pessoa

Indica algo relativo à pessoa que fala

esse, essa, isso

2ª pessoa

aquele, aquela, aquilo

3ª pessoa

Indica algo relativo à pessoa com que se fala Indica algo relativo ao assunto, aquilo de que se fala

Funcionam como pronomes demonstrativos:    

o primeiro... o segundo um... o outro a que (= aquela que) o que (= aquele que)

PRONOMES POSSESSIVOS PESSOA GRAMATAICAL



SINGULAR 2ª 3ª

1ª PLURAL





MASCULINO

MEU TEU SEU NOSSO VOSSO SEU

FEMININO

MINHA TUA SUA NOSSA VOSSA SUA

ARTIGOS 

DEFINIDOS 



O, A, OS, AS

INDEFINIDOS 

UM, UMA, UNS, UMAS

Lembre-se de que um artigo aparece antecedendo um substantivo e tem o poder de substantivar palavras de outras classes.

LÉXICO

O ESTUDO DO LÉXICO 

Quando estudamos as palavras e o seus significados, nos deparamos com casos em que uma mesma palavra pode apresentar vários significados diferentes, o que se denomina POLISSEMIA; ou, com palavras diferentes que têm o mesmo significado, ou seja, são sinônimas.

A polissemia... Desperta a possibilidade de aproveitamento expressivo de certos vocábulos, ao mesmo tempo que pode provocar ambigüidade; esta, por sua vez pode ser prejudicial ao texto, se não se tomar devido cuidado e atenção.

Os sinônimos... São assim denominados pela nomenclatura tradicional os vocábulos ou expressões que, num determinado contexto, apresentariam sentido equivalente. Mas devemos ficar atentos, pois, na verdade, duas palavras jamais apresentam sentido equivalente.

CONOTAÇÃO E DENOTAÇÃO 



DENOTAÇÃO: é o sentido mais próprio das palavras, sua designação, sua referência; é a relação direta das palavras com as coisas. CONOTAÇÃO: é o sentido que as palavras assumem dependo do contexto, da relação com outras palavras; é a significação.

SINTAXE

TERMOS ESSENCIAIS DA ORAÇÃO 



Os termos essenciais da oração são: o sujeito e o predicado, pois deles resulta a estrutura básica das orações da língua. Existe oração sem sujeito, mas não existe oração sem predicado.

SUJEITO 

Sujeito de uma oração é o termo com o qual o verbo concorda em número e pessoa.

“Eduardo e Mônica nos visitam no verão “ SUJEITO

(Legião Urbana)

PREDICADO 

Predicado é o termo da oração que tem verbo. Apesar de o sujeito e o predicado serem termos essenciais da oração, há casos em que a oração não possui sujeito, mas possui predicado. “O mar escuro/trará o medo”. sujeito

“Chove lá fora”. predicado

predicado (Marina Lima)

(O Rappa)

VERBOS E COMPLENTOS VERBAIS   



VERBO QUANTO À PREDICAÇÃO Verbo intransitivo Verbo transitivo: direto indireto direto e indireto Verbo de ligação

VERBO INTRANSITIVO 

É aquele que traz em si a idéia completa da ação, sem necessitar, portanto, de um outro termo para completar o seu sentido, sua ação não transita. Não haverá resposta para a tradicional pergunta que identifica o objeto: VERBO+QUEM/O QUE?

PREDICADOS COM V.I. O sol / despontou. A criança / chora. As folhas / caem. sujeito

predicado

OBS: O verbo intransitivo pode formar sozinho o predicado, ou poderá ser acompanhado de palavras ou expressões indicativas de lugar, tempo, modo, intensidade, etc.  EX: As folhas / caem no inverno. O prisioneiro / fugiu pelo túnel.

VERBOTRANSITIVO 

É aquele que não traz em si a idéia completa da ação, necessitando de um termo para completar o seu sentido, sua ação transita. Por completar o sentido de um verbo, esse outro termo é um complemento verbal ou objeto.

VT OI EX: Os professores / precisam de melhores salários. sujeito predicado 

Ao verbo transitivo haverá resposta para a pergunta: VERBO+O QUE/QUEM?

VERBO TRANSITIVO DIRETO O VTD liga-se diretamente a seu complemento, não exige preposição. Seu complemento é o objeto direto. EX: Os feirantes / tiveram lucro. (objeto direto) Derrubaram a velha casa. (objeto direto) 

VERBO TRANSITIVO INDIRETO O VTI liga-se indiretamente a seu complemento, exige uma preposição. Seu objeto é o objeto indireto. EX: Nós / precisamos de respeito. (objeto indireto) Eu / acredito em Deus. (objeto indireto) Não concordo com você. (objeto indireto) 

VERBO TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO (BITRANSITIVO) O VTDI apresenta dois complementos (um direto e um indireto). EX: As crianças / receberam elogios de seus pais. OD OI Escrevi um bilhete a um amigo. OD OI Demos a Valter um lindo presente. OI OD 

VERBO DE LIGAÇÃO É aquele verbo que expressa estado, liga características ao sujeito, estabelecendo entre eles (sujeito e características) certos tipos de relações. EX: O choro da criança / parecia fraco. VL característica do sujeito OBS: O homem anda depressa. (verbo intransitivo) O homem anda preocupado. (verbo de ligação) Os alunos estão na escola. (verbo intransitivo) Os alunos estão uniformizados. (verbo de ligação) 

VOZES DO VERBO 

De acordo com a relação do sujeito com o verbo, diz-se que a voz do verbo é: 

ATIVA: quando o sujeito é agente 



PASSIVA: quando o sujeito é paciente 



O cachorro mordeu o garoto. (sujeito agente) O garoto foi mordidopelo cachorro (sujeito paciente)

REFLEXIVA: quando o sujeito é agente e paciente, ou seja, age e sofre a mesma ação. 

O garoto mordeu-se. (sujeito agente e paciente=reflexivo)

OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 



Para a voz ativa o verbo deve ser significativo, ou seja, não poderá ser verbo de ligação; A voz do verbo só poderá ser transformada de ativa para passiva quando este for transitivo direto ou bitransitivo; deverá apresentar objeto direto.

REFLEXÃO... Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível. (São Francisco de Assis)

View more...

Comments

Copyright © 2017 HUGEPDF Inc.